Skip navigation

Monthly Archives: setembro 2008

Utilizamos nessa proposta de anúncio, basicamente o conceito de gestalt, desde a escolha do enquadramento da foto, e o posicionamento da tipografia, auxiliado por uma faixa branca que divide o projeto em 2 partes, sendo o primeiro com a mensagem escrita e o segundo com a imagem, contudo a mensagem invade a foto passando a idéia de envolvimento do design com o produto, utilizei o logo da empresa para ser a junção entre as palavras design e eyes, fazendo o papel de “for” e logotipo ao mesmo tempo, quanto a iluminação utilizamos um Hazy posicionado de modo que proporcionasse um brilho na parte metálica do óculos e uma cabeça de gerador com bandor para gerar o gradiente no fundo.

Fotografia: Bruno Pavão ( http:www.brunopavao.com.br )

Diretor de Arte: Bruno Pavão ( http:www.brunopavao.com.br )

Assistente de fotografia: Ricardo Ordonez

Anúncios

Novo projeto da faculdade……

Uma capa sobre a popularidade do Lula

 

Nada como a madrugada para ativar a criatividade, composição feita com 3 fotografias do meu rosto, com baixa velocidade e tipografia Helvetica

Devido a problemas no post anterior, estou postando esse novo

 

Projeto acadêmico sobre hipermídia, resolvemos montar um vídeo para transmitir uma idéia revolucionária, que não duvidamos que um dia possa exisitir.

A idéia central era mostrar a interação humana com a máquina em função de seus sinais cerebrais.

A introdução do planeta foi feita, pelo Douglas Eduardo em 3d, as filmagens do laboratório foram feitas em estúdio, filmadas por mim ( http://www.brunopavao.com.br ), pelo Ramon Ontivero e pelo Artur Venturoli, eu cuidei da direção de fotografia e fiz uma parte da edição e efeitos especiais e sonoros, o Fabio Eiji fez animações em Flash .

Algumas cenas foram tiradas da própria internet e recombinadas para que chegasse ao resultado desejado

 

Trabalho acadêmico, vetorizado em photoshop, o tema era uma metáfora sobre um assunto atual
Pensei no personagem Sherlock Holmes das ficções da literatura britânica, em uma queda de braço com a estátua que representa os 3 poderes para ilustrar a situação que se encontra a fragilidade do governo em relação a falta de ética da agência de inteligência brasileira.

Você era a mais bonita das cabrochas dessa ala
Você era a favorita onde eu era mestre-sala
Hoje a gente nem se fala mas a festa continua
Suas noites são de gala, nosso samba ainda é na rua

Hoje o samba saiu, lá lalaiá, procurando você
Quem te viu, quem te vê
Quem não a conhece não pode mais ver pra crer
Quem jamais esquece não pode reconhecer

Quando o samba começava você era a mais brilhante
E se a gente se cansava você só seguia a diante
Hoje a gente anda distante do calor do seu gingado
Você só dá chá dançante onde eu não sou convidado

O meu samba assim marcava na cadência os seus passos
O meu sonho se embalava no carinho dos seus braços
Hoje de teimoso eu passo bem em frente ao seu portão
Pra lembrar que sobra espaço no barraco e no cordão

Todo ano eu lhe fazia uma cabrocha de alta classe
De dourado eu lhe vestia pra que o povo admirasse
Eu não sei bem com certeza porque foi que um belo dia
Quem brincava de princesa acostumou na fantasia

Hoje eu vou sambar na pista, você vai de galeria
Quero que você me assista na mais fina companhia
Se você sentir saudade por favor não dê na vista
Bate palma com vontade, faz de conta que é turista

Chico Buarque